Nem tudo está mal!

Posted by lawrence On domingo, 19 de junho de 2016 6 comentários



Ontem à noite não quis deixar de ser testemunha, por um lado da revolução que o "Sr. Engenheiro do penta" iria fazer naquele grupo de rapazes com jeito para a bola e por outro da goleada histórica que a Áustria iria levar!
 
Há momentos da história em que devemos estar presentes.
 
Stream manhoso para cá, stream manhoso para lá e lá me deliciei com um em Inglês, tipo daqueles que conseguem comentar o jogo que estão a transmitir e não um que só na cabeça deles existe.
 
E ao que parece faz uma eternidade que o CR não marca um livre em condições, penalties é tipo uma no cravo outra na ferradura (logo tinha que calhar na ferradura!), que o Nani não joga uma beata (alguém o queria incluir num negócio com o Glorioso não era? dasse!), que o Moutinho assim que se levanta quer logo ou deitar-se ou passar a bola para quem queira andar com ela, que os laterais só por engano é que fazem um centro em condições, que o Carvalho quando recebe a bola em vez de pensar a quem a passar fica é a pensar nos 80 milhões, que o Mustang faz um jogo bom cada 100 (calhou naquele dos 7!), que o careca Mário pelo que jogou, 80 milhões são peaners, que o Éder, esse, nem 100!
 
Até os dois centrais, pelo que os autríacos (não) atacaram, pareciam dois bons defesas!
 
Nos 50 cantos marcados é que não saltaram os 50 metros em altura necessários para chegar aos mísseis que iam cair ao pé da bandeirola do outro lado.
 
Grandes elogios foram feitos  ao "Sr. Engenheiro (medroso, merdoso e "yesman") do penta" pela visão muito à frente de, fazer uma revolução quase com os mesmos contra-revolucionários e de, necessitando de dar a volta ao jogo, ter tido a ousadia de meter duas armas secretas (tão secretas que ninguém sabe para que servem!) mesmo com o jogo a acabar!
 
E pronto, lá consegui testemunhar um jogo que com tantos ataques, tantos remates, tanto tempo de posse de bola, tantos cantos a zero, tantos "centros", tantas bolas ao ferro, tantos jogadores de 80 milhões em campo e, mais caricato ainda, com o CR no relvado, ficou a zero!
 
Mas nem tudo foi mal!
 
O CR tornou-se o jogador com mais jogos com a camisola tuga e isso, só por si, ofusca tudo o que se possa passar e decerto irão ser capas e mais capas, programas e mais programas sobre esse grande feito.
 
Até acho que o Ti Marcelo deve organizar uma comenda para ele!

E conta mais um troféu para os LOL's!

Também felizes devem estar o(s) empresário(s) e algun(s) clube(s) porque só calçam os pés de chumbo que eles precisam vender, embora pelo que tenho ouvido e visto, parecem as acções dos bancos a desvalorizar todos os dias!
 
E dois rapazes que jogam no Glorioso (porque não é preciso vender) estão a passar umas férias do camandro e ainda recebem uns largos milhares de Euros!
 
Eu, quando vou, pago que me lixo!

6 comentários:

RedAtheist disse... [Responder]

Por mim a unica coisa que esta mal e que nunca mais comeca o campeonato.

Perfeito Correia disse... [Responder]

Ainda te chateias com essa merda caro Lawrence?!
Quero que a selessom safoda.
A minha selecção é o Benfica!
Ainda bem que os nossos rapazes estão a descansar para fazermos uma nova época em cheio!

Viva o Benfica

lawrence disse... [Responder]

Quem diz que me chateio?
Estou com uma calma de gozo que nem queiras saber!
Viva o Benfica!

Perfeito Correia disse... [Responder]

Rais parta esta merda!
Acabamos de perder o campeonato de futsal para os lagartos, na Luz.
Foda-se!

Viva o Benfica!

lawrence disse... [Responder]

Estava previsto!
Desde que na época passada puseram o treinador num andor, é um dejá-vu tipo JJ!

Nau disse... [Responder]

Não podemos ganhar sempre, é certo. Mas também não podemos morrer na praia tantas vezes, perder tantas finais como perdemos esta época. A direção e os responsáveis por cada secção não nos «consolam» com a conversa (muito do agrado de um certo idiota que já cá não mama) de que estivemos nas decisões. Porque as decisões são para decidir a nosso favor - não queremos sempre ganhar, o nosso desígnio não é ganhar tudo e sempre?
Os outros emblemas (Fonte do Bastardo, ABC, calimeros) reforçaram-se a preceito e constituíram grandes equipas. Enquanto nós, à exceção do hóquei, não tínhamos equipas para ganhar tudo – no vólei, no basquete, no futsal faltava muita categoria, tínhamos jogadores que não servem para o Benfica. A direção e os responsáveis pelas secções terão de planear (e estou convicto de que o irão fazer) melhor a próxima época e dotar as nossas equipas com reforços de qualidade que deem garantia de sucesso. No hóquei, Torra tem de ser substituído à altura (e talvez até nem necessitemos de ir ao estrangeiro comprar muito caro, porque temos em Portugal grandes jogadores e mais baratos, na Oliveirense, por exemplo), se quisermos continuar a ganhar.
Outro aspeto que teremos, penso eu, de rever no futuro que é já amanhã, é esta nossa mania de querermos ser muito bem comportadinhos, de respeitarmos todos os alarves com quem jogamos, de não contestarmos as arbitragens que nos prejudicam, de observarmos as regras do fair-play, atitudes que nos custam títulos e troféus. Os adversários, devemos respeitá-los, apenas e só, na medida em que nos respeitarem. Temos que jogar mão das armas que os adversários (que nos querem é ganhar de qualquer jeito) utilizam contra nós. Ainda agora, neste play-off de futsal, vimos os jogadores do Zbordas a fazerem bloqueios incríveis aos nossos jogadores, aspeto que devem treinar muito e em que são muito bons, bloqueios esses consentidos pelos árbitros e que lhes deram vitórias e a vitória final. Ontem, o 2º golo deles foi antecedido de uma falta que os árbitros não assinalaram e que nós pouco contestámos – se fosse ao contrário, eles paravam o jogo e pintavam a macaca. O banco e a equipa técnica deles não deu um segundo de descanso aos árbitros, em todos os jogos, contestando todas as decisões que não lhes eram favoráveis e exigindo sanções contra nós. E mamaram. Temos de fazer o mesmo que os adversários manhosos fazem, sob pena de estarmos sempre a ser comidos de vinha de alhos.
Só mais um apontamento. Queremos ganhar tudo e ter muitas alegrias com as vitórias e os títulos em todas as modalidades, e exigimos à direção e aos responsáveis pelas secções que nos deem equipas competitivas e ganhadoras em todos os jogos e competições. Mas nós também temos obrigações. A obrigação de nos fazermos sócios, a obrigação de termos as quotas em dia, a obrigação de termos a BTV em casa, a obrigação de comprarmos o jornal «O Benfica». E ainda, meus amigos, a obrigação de enchermos os nossos pavilhões para apoiarmos os nossos atletas e levá-los às vitórias e aos títulos (é uma vergonha que em Lisboa não haja 1500 adeptos que encham, sempre, os pavilhões, quando vemos os pavilhões dos outros, até do Bastardo e do ABC, sempre, sempre com lotação esgotada – os adeptos de Lisboa têm, sim, mais responsabilidade do que os que são de longe).
VIVA O BENFICA!

Enviar um comentário


Subscrever as notícias



Com tecnologia do Blogger.